A VISÃO CELULAR NO GOVERNO DOS 12

Quando, começamos trabalhar na Visão celular no Governo dos 12 através dos Encontros há 12 anos. Não só fomos muito acusados, como achincalhados diante de toda a sociedade, principalmente por “irmãos”. Nunca nos deixamos levar por mágoas, mas fizemos de tudo para ajudar a todos. Chegamos ter que nos defendermos em ferrenhos debates teológicos na Radio Novo Tempo. Nessa ocasião só tínhamos 80 células e as criticas eram principalmente aos ENCONTROS. A respeito do qual se diziam todos os tipos de calúnias.

Hoje, graças a Deus, mudando, apenas, as nomenclaturas, até os maiores críticos da visão fazem Encontros, fazem Escolas de Lideres e fazem Células. Como todo avivamento na história no primeiro momento experimentou criticas, oposição e barreiras, mas hoje quando temos centenas de células e Encontros mensais, o que vemos é o contrário, ao percebermos a reprodução do fazemos em outros ministérios, pois a visão é de Deus e abençoa famílias. Só no Ministério Colheita Internacional de Teresópolis já abençoamos semanalmente mais de três mil pessoas, e somos uma cidade pequena.

Toda Visão é como o farol de um carro, que à medida que caminha ilumina a estrada. O farol não ilumina toda a estrada de uma vez. E também o farol não cria a estrada ele apenas a ilumina. E o motorista a percebe progressivamente.

A estrada das revelações de Deus já foram criadas por Ele mesmo, tudo está lá desde os dias passados. Mas quem de nós poderia negar que os dons espirituais foram iluminados na Igreja Evangélica de alguns poucos séculos para cá. Ficamos cerca de 1300 anos no “escuro” quanto aos dons espirituais, e eles sempre estiveram lá na Bíblia. É claro que este “ficamos”, não é absoluto, mas refere-se à maioria de nós. E quanto ao louvor? Que por muito tempo limitou-se ao uso de um Órgão (teclado) como se fosse o único instrumento sacro e nada mais. Será que os músicos das igrejas modernas descobriram a pólvora? É claro que não, mas sem dúvida alguma foi uma mudança necessária e benéfica para o Corpo de Cristo e uma revelação clara do texto do Salmo 150 que diz para louvarmos ao Senhor com todos os instrumentos, pois nada é do diabo, já que do Senhor é a Terra e a sua plenitude o mundo e os que nele habitam (Salmo 24).

Falamos dos dons e da música, ma poderíamos citar muitas outras coisas que estão lá todo o tempo, mas Deus usou alguém para revelar com nitidez a verdade ali expressa. Como aconteceu com o ensino da santificação no Século dezoito por João Wesley. Sabemos que o ensino da santificação é antigo e estava o tempo todo na Bíblia, mas este homem foi usado como um farol progressivo e trouxe a revelação da Palavra de Deus. O fato de eu não entender uma coisa não significa que ela não seja verdade ou que seja uma heresia. É preciso conferir coisas espirituais com coisas espirituais. E nesses dias Deus tem usado muitos para trazer essa tremenda visão celular, entre eles poderíamos citar: Bill Beckman, Ralph W. Neighbor, David Yonggi Cho, César Castellanos Domingues e muitos outros homens de Deus que tem contribuído para o ministério das igrejas locais através das células de multiplicação.

A Visão não é nova, mas a revelação da visão para nós é nova. A visão pode ser nova do ponto de vista de quem a recebe, mas tudo está em Atos dos Apóstolos, e isso já tem mais de 2.000 anos.

“Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tiveste. Este mandamento antigo é a palavra que desce o princípio ouvistes.” (I Jo. 2:7)

Veja que não há nada novo debaixo do céu, como escreveu Salomão. Ninguém está anunciando que descobriu a pólvora, mas ao mesmo tempo a visão é novíssima do ponto de vista de quem a recebe. Veja, todo o antigo testamento diz que Jesus é o Cristo prometido de Deus, isto estava lá, e é claro, mas Pedro e os demais apóstolos só entenderam quando lhes veio uma revelação da parte de Deus. Assim a visão se capta por revelação e não por inteligência humana apenas; assim que os que não recebem revelação de Deus, não a podem compreender. Não se trata de uma nova visão, mas da única visão, a visão de Atos dos Apóstolos deixada por Jesus, por isso é o “novo que não é novo”. Senão vejamos o verso 8 do contexto de I João 2:7:

“Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz alumia.” (I Jo. 2:8)

A Visão é total, mas a revelação da visão a uma pessoa é progressiva. Sim ela está toda na Bíblia, mas é conhecida paulatinamente. E isso à medida que temos humildade para aceitarmos que não sabemos tudo sobre todas as coisas; todos temos muito que aprendermos.

Deus mostrou-nos através da MCI de Bogotá a visão celular no governo dos 12. Todos os meses fazemos uma proclamação de fé, e a proclamação de maio é essa:

Eu terei minha equipe de doze, como doze amigos, e por eles cento e quarenta e quatro amigos, e assim transformarei minha cidade. Apoc. 21.10-21.

PORQUE DOZE E NÃO ONZE E NEM TREZE

Em Hermenêutica Sagrada (arte ou ciência de interpretação bíblica) o numero 12 significa o GOVERNO DE DEUS! Podemos dizer que 12 é administração divina, é a forma de Deus organizar as coisas para trazer um crescimento sustentável. “O Numero 12 na bíblia significa Ordem Divina Perfeição Governamental, Governo” Dan Duke

Questão de organização.

Sempre que Deus quis organizar, ou administrar ou governar fez através de 12 e não de 11. A palavra Governar aparece pela primeira vez na bíblia em Genesis 1.16 quando Deus está ordenando ao Sol para governar sobre 12 horas, e a lua para governar sobre outras 12 horas e ambos para governarem por 12 meses. Deus organiza tempos e estações através de 12, esse é o governo do tempo. Veja que a Visão de 12 começou no céu, antes da lei, antes do homem, antes das opiniões, era um modelo divino para organizar. Deus nunca obrigou ninguém trabalhar com 12, mas deixou a dica de que está é melhor maneira de organizar, por em ordem, harmonizar e governar.

Questão de unidade para a vitória.

Israel foi estabelecida com doze tribos. Enquanto as 12 tribos estavam unidas Israel, normalmente ganha suas guerras e como nação era imbatível. Mas quando as tribos se dividiram entre tribos do norte e do sul (Israel e Judá), veio a derrota como fruto da desunião. Há um poder extraordinário na unidade. Quando nos unimos não há limites para a conquista. Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. (I Co. 1:10.) “Completem a minha alegria, de modo que penseis a mesma cousa, tendo o mesmo amor, sejais unidos de alma tendo o mesmo sentimento. Não tenha cada um em vista o que é seu, senão também o que é dos outros.” Filipenses 2.2-4

Questão de discipulado de qualidade

O máximo que uma pessoa consegue cuidar com qualidade são doze. Quando passa disso o pastorado se complica. Quando tratamos com doze é fácil saber o nome de todos (Mt 10.2), mas quando lidamos com 3.000 pessoas é bem mais difícil saber o nome de todos. O Maior Pastor que já pisou esse planeta pastoreou 12. Seu Nome era Jesus, o Cristo de Deus. Como poderemos fazer mais que ele. Jesus pregava para uma multidão, orava por uma multidão, abençoava uma multidão, mas gastou 70% do seu ministério investindo nos 12. Formando o caráter de doze para que a obra tivesse continuidade.

Questão de entendimento

Observe a expressão “necessário” no versículo 21. Pedro disse que era necessário serem 12. Ele poderia ter deixado onze. Mas ele diz que tinha que ser 12. E porque não 13? Já que apareceram dois irmãos abençoados para ocuparem o lugar de Judas. Mas Como Jesus está vivo, seriam 14, quer dizer, Jesus e mais 13, no entanto, o que vemos é que “lançaram sorte” para que a equipe ficasse com 12 mais um líder Jesus Cristo. Nós respeitamos quem assim não trabalha, porém, temos o ENTENDIMENTO como igreja local de que essa é a quantidade ideal de lideres em uma equipe de lideres de Células. E é claro quem respeita quer ser respeitado. Para nós não apenas é legal termos 12, mas é NECESSÁRIO!

Shalom, Nele, em quem temos liberdade de formar 12 discípulos.

Arcélio Luis
Siga-me
Últimos posts por Arcélio Luis (exibir todos)

About the author: Arcélio Luis