AS COISAS BOAS DAS FESTAS DE FIM DE ANO

Por isso, celebremos a festa não com o velho fermento, nem com o fermento da maldade e da malícia, e sim com os asmos da sinceridade e da verdade. (1 Coríntios 5.8)

O pessimista vê uma dificuldade em cada oportunidade, já o otimista vê uma oportunidade em cada dificuldade. Pra mim as festas de fim de ano são uma oportunidade linda pra manifestar graça, comunhão, amor, relacionamentos, celebração e muitas outras coisas lindas, que são inúmeras vezes sufocadas pela correria do dia a dia.

Algumas pessoas tem uma capacidade maligna de ver coisas ruins até mesmo em coisas boas. Outras tem a graça de ver coisas boas até mesmo naquilo que é essencialmente mal. Jesus Cristo, o filho do carpinteiro de Nazaré, tinha essa graça de ver coisas boas em tudo que olhava. Ele disse certa vez: “Sejam como as serpentes… no que diz respeito a prudência!” (parafraseado por nós). Só Jesus pra conseguir achar algo de bom até na serpente. Vemos pessoas que conseguem achar coisas ruins até em coisas boas.

Recentemente, depois de uma um esforço gigantesco para evangelizarmos, e vermos dezenas de pessoas curadas e centenas convertidas no maior ginásio da cidade – O Pedrão –, ouvi de uma pessoa que é um líder, ignorando o fato de que temos ganhando vidas que inclusive tem enchido a igreja dele, teria usado seu tempo de ensino no púlpito para falar contra o evangelismo que estávamos fazendo. Como isso é possível?  Jesus ao contrario, sabia ver sempre o bem.

Mais um fim de ano chegou e nem vimos como ele passou de tão rápido que foi. E novamente estaremos envoltos com as correrias e as festas. Essas correrias e essas festas tem muitas coisas ruins, mas tem outras ótimas. Precisamos aprender como Jesus ver o lado bom das coisas.

Uma das grandes vantagens das festas de fim de ano é ver pessoas queridas. Pois nesse tempo vemos muitos familiares que não vemos corriqueiramente, celebramos a família e os relacionamentos. Reencontramos parentes que não víamos a muito. Outra coisa muito boa nas festas de fim de ano são as comemorações.

Às vezes corremos tanto que não temos tempo de celebrar a vida e no fim de ano todos nós podemos celebrar.

Também é um tempo de reflexão, porque fazemos um balanço do ano, quem fomos, como agimos, como usamos a oportunidade da existência nesse ano que passou.

Além disso, a generosidade transborda nessa época como em nenhuma outra.

Arcélio Luis
Siga-me
Últimos posts por Arcélio Luis (exibir todos)

About the author: Arcélio Luis